Ingang van de Chinese tuin Hortus Haren(Gr.)

Ingang van de Chinese tuin Hortus Haren(Gr.)

Wisteria (glicínia), no jardim chinês "O Império Invisível de Ming" no Jardim Botânico de Haren (Groningen), nos Países Baixos, que foi inaugurado em 1995 pela rainha Beatrix.  Fotografia: Dominicus Johannes Bergsma.

Wisteria (glicínia), no jardim chinês "O Império Invisível de Ming" no Jardim Botânico de Haren (Groningen), nos Países Baixos, que foi inaugurado em 1995 pela rainha Beatrix. Fotografia: Dominicus Johannes Bergsma.

Chinese tuin, Hortus Haren

Chinese tuin, Hortus Haren

meer van de rode karpers

meer van de rode karpers

Chinese tuin, Hortus Haren

Chinese tuin, Hortus Haren

Chinese tuin Hortus Haren (Gr.)

Chinese tuin Hortus Haren (Gr.)

O jardim chinês no Hortus Botanicus de Haren (Groningen, Holanda), que recebeu o nome de  "O Império Invisível de Ming". Um velho ditado chinês: "No céu é o paraíso, na terra, Hangzhou e Suzhou". Os antigos jardins de Suzhou, são considerados os mais bonitos na China, e têm servido como um exemplo para o jardim chinês em Haren (Groningen). Tanto a concepção como a  construção são geridos por especialistas chineses. É o segundo maior jardim chinês na Europa.  Fotografia: Gerben.

O jardim chinês no Hortus Botanicus de Haren (Groningen, Holanda), que recebeu o nome de "O Império Invisível de Ming". Um velho ditado chinês: "No céu é o paraíso, na terra, Hangzhou e Suzhou". Os antigos jardins de Suzhou, são considerados os mais bonitos na China, e têm servido como um exemplo para o jardim chinês em Haren (Groningen). Tanto a concepção como a construção são geridos por especialistas chineses. É o segundo maior jardim chinês na Europa. Fotografia: Gerben.

Pinterest
Search